Imagem de Morungaba Imagem de Morungaba Imagem de Morungaba Imagem de Morungaba
Dia dedicado à saúde na Estância de Morungaba
11.nov

Dia dedicado à saúde na Estância de Morungaba

Sábado, 11, foi dia de Feira de Saúde na Estância de Morungaba, em propmoção do Unasp (Centro Universitário Adventista de São Paulo), apoiada pela Prefeitura, das das 9h30m às 15h, na Praça João Pessoa, a Feira de Saúde. O Centro de Saúde realizarou, paralelamente, das 8h às 12h, vacinação contra a febre amarela, das 8h às 12h. O evento atraiu um público significativo de adultos, jovens e crianças, e teve a presença, também, do prefeito Marquinho de Oliveira, da primeira dama Sônia de Oliveira, presidente do Fundo Social de Solidariedade, do vice-prefeito Luís Fernando Miguel e do diretor municipal de Saúde, José Vicente de Oliveira.
A Feira de Saúde é promovida pelo Unasp de Engenheiro Coelho desde 2011. O evento oferece à população, gratuitamente, massagem, exame de pressão arterial, teste de forma física, exames de bioimpedância, de idade biológica, de capacidade respiratória e análise de glicose e triglicerídeos.
VACINAÇÃO
A Diretoria Municipal de Saúde da Estância de Morungaba realizou vacinação contra a febre amarela. Mais de 80% da população da cidade já está imunizada. Basta uma única dose para quem ainda não aplicou. Paralelamente, a Vigilância Sanitária participou do evento, em campanha contra o mosquito que causa a dengue.
PALESTRA - NOVEMBRO AZUL
Novembro começa com um alerta para os homens, principalmente os que têm mais de 40 anos. Este mês, dentro da campanha Novembro Azul, é dedicado à prevenção do câncer de próstata, que anualmente faz milhares de vítimas.
A Diretoria Municipal de Saúde programou para o dia 13, segunda-feira, às 7 horas, no Centro de Saúde, uma palestra sobre os cuidados com a próstata, proferida pelo clínico geral Fernando Novatto, que fará atendimento só para homens. As consultas foram agendadas.
A campanha Novembro Azul está intensificando o alerta aos homens sobre o perigo da doença e a importância de procurar um médico, principalmente porque 20% dos casos são identificados em estágios avançados, segundo o noticiário sobre o tema. A consulta a um urologista para fazer exame é fundamental. É no diagnóstico precoce que está a chance de cura.