Imagem de Morungaba Imagem de Morungaba Imagem de Morungaba Imagem de Morungaba
Muito rosa ilumina a Estância de Morungaba contra o câncer de mama
04.out

Muito rosa ilumina a Estância de Morungaba contra o câncer de mama

Campanha é de conscientização sobre a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de mama.

A Estância de Morungaba também está envolvida na Outubro Rosa, campanha nacional de conscientização, que tem como objetivo principal alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. Simbolizada por um laço cor de rosa, a campanha acontece com mais intensidade no mês de outubro.

Por isso, a pedido do prefeito Marquinho de Oliveira, o Fundo Social de Solidariedade, presidido por Sônia de Oliveira, produziu as fitinhas-símbolo da campanha e as distribuiu para funcionárias da administração municipal, no prédio do Fomento.

Paralelamente, estão iluminados de rosa o portal de acesso à cidade – sentido São Paulo-Estância de Morungaba -, o Cruzeiro, a árvore de Pau-Brasil, junto ao prédio da Prefeitura, em frente à Creche Nossa Senhora da Conceição, na Avenida José Frare, e a tenda (teatro de arena) da Praça dos Italianos.

PREVENÇÃO

Todos os funcionários dos postos de saúde estão atentos para dar orientação de prevenção do câncer de mama. Segundo a Diretoria Municipal de Saúde, a doença é o mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil. Depois do câncer de pele, responde por cerca de 30% dos casos novos a cada ano. A mensagem da Outubro Rosa reforça o debate para que a população participe ainda mais das atividades promovidas em todo o País, além de enfatizar a importância de a mulher conhecer suas mamas e ficar atenta às alterações suspeitas.


As ações de conscientização visam a disseminar o maior volume possível de informações sobre acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento, contribuindo para a redução da mortalidade.
Em grande parte dos casos, o câncer de mama quando detectado em fases iniciais há mais chances de tratamento e cura. Todas as mulheres, independentemente da idade, podem conhecer seu corpo para saber o que é e o que não é normal em suas mamas. A maior parte dos cânceres de mama é descoberta pelas próprias mulheres.

A literatura do tema demonstra que tocar o próprio corpo e reconhecer sinais de possíveis mudanças é uma importante ferramenta da mulher frente à própria saúde, mas não substitui a mamografia, por exemplo.

Na Estância de Morungaba, durante o mês de outubro a Diretoria de Saúde estará promovendo nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) salas de bate papo, orientações e atendimento de demanda espontânea para realização e orientação do autoexame de mama.