Imagem de Morungaba Imagem de Morungaba Imagem de Morungaba Imagem de Morungaba
PREFEITO DA ESTÂNCIA DE MORUNGABA PEDE AÇÃO DA RMC POR MAIS SEGURANÇA
21.jun

PREFEITO DA ESTÂNCIA DE MORUNGABA PEDE AÇÃO DA RMC POR MAIS SEGURANÇA

          Os membros do
Conselho de Desenvolvimento Metropolitano reuniram-se no município de Santa
Bárbara d’Oeste, sob a Presidência do Prefeito Denis Andia, e teve participação
de 18 municípios e presença de 9 Prefeitos, a exemplo de Marquinho de Oliveira,
da Estância Climática de Morungaba, que pediu apoio da Região Metropolitana de
Campinas (RMC) para um trabalho integrado na área de segurança pública.



Participaram também
da reunião do Conselho, terça-feira, 20, Secretários Municipais de Cultura, que
reuniram-se em paralelo à reunião para discutir projetos de fomento à Cultura
na RMC.



A assessoria de
imprensa da Agemcamp (Agência Metropolitana de Campinas) divulga que a reunião
teve também uma apresentação do Instituto de Ações Sociais sobre o projeto RMC
360, que tem como objetivo unir os Prefeitos para apresentar no exterior a
força e o potencial econômico da Região Metropolitana de Campinas, como forma
de atrair investidores internacionais. O advogado Leandro Chaves apresentou o
projeto e ressaltou em sua fala que a parceria entre os Prefeitos e o instituto
tem o objetivo de fortalecer a economia através de ações sociais, como dar
suporte no exterior para os empresários que tiverem interesse à exportação dos
seus produtos e serviços, realizar rodadas de negócios e de investidores,
apresentar as prefeituras da região no Exterior e atrair empresas
internacionais para a RMC.



Os prefeitos
aprovaram nesta reunião um termo de cooperação para oficializar o projeto
metropolitano que prevê o valor de R$ 110 mil para cada município para
aquisição de um veículo a ser destinado ao patrulhamento regional. O recurso é
um investimento do Fundocamp e foi viabilizado pelo Conselho de Desenvolvimento
e Agemcamp com o intuito de contribuir para o fortalecimento das ações
integradas de Segurança Pública na RMC. Todos os 20 municípios serão
beneficiados.



A diretora
Executiva da Agemcamp – Ester Viana, explica que o termo de cooperação
oficializa a integração entre as Guardas Municipais e as Polícias Civil e
Militar. “Este documento é a garantia de que os veículos serão utilizados de
forma a cooperar com a Segurança dos Municípios de forma integrada”.



ASSALTO EM MORUNGABA



O prefeito da
Estância Climática de Morungaba, Marquinho de Oliveira, segundo a assessoria de
imprensa da Prefeitura, falou aos presentes sobre novo assalto a banco, agora
na agência da Caixa Econômica Federal, registrado na segunda-feira (19),
situação que está apavorando os moradores da cidade. Segundo ele, é preciso
cobrar mais ações do Governo do Estado para melhorar a segurança pública,
lembrando que a polícia enfrenta assaltantes com armas defasadas. “Peço que,
juntos, façamos um pedido ao governador Geraldo Alckmin para conseguir mais
segurança para a nossa população”, disse.



PROJETO FUTURO 



Os membros do
Conselho tiveram acesso pela primeira vez ao pré-projeto que está sendo
elaborado pela Agemcamp, para apresentação e apreciação futura do Conselho de
Desenvolvimento, que propõe a instalação de usinas em áreas de propriedade das
Prefeituras para produção de energia fotovoltaica. O projeto foi apresentado
pelos técnicos da Agemcamp – Sergio Machado e Luiz Bordim. Em sua fala, o presidente
Denis Andia ressaltou a importância deste futuro projeto “para geração de
créditos financeiros como consequência da redução mensal nos gastos com energia
elétrica pelos municípios”.



A diretora Ester
Viana reforça que a apresentação refere-se ao pré-projeto, que é inovador, e que
para ser concretizado depende da aprovação futura do Conselho de
Desenvolvimento.
 



As vantagens do
sistema fotovoltaico são a redução das perdas por transmissão e distribuição de
energia, dado que a eletricidade é consumida onde é produzida; redução de investimentos
em linhas de transmissão e distribuição; baixo impacto ambiental e rápida
instalação devido a sua grande modularidade e curto prazo de instalação,
aumentando assim a geração elétrica em determinado ponto.