Imagem de Morungaba Imagem de Morungaba Imagem de Morungaba Imagem de Morungaba
Primeiríssima Infância faz reunião na Estância de Morungaba
10.nov

Primeiríssima Infância faz reunião na Estância de Morungaba

Integrantes das áreas de educação, saúde e ação social da região reuniram-se quinta-feira, 9, na Prefeitura da Estância de Morungaba, para tratar do Programa Primeiríssima Infância, adotado no município desde 2012. “O programa é importante por ter foco especial no desenvolvimento da criança e da família, e tudo que as cerca na sociedade”, comenta a coordenadora do Primeiríssima Infância, Renata Picelli, que transmitiu sua função para a professora Carolina Zuiani Rossi Furrer.

Na reunião, que ocorre mensalmente, foram abordados diversos assuntos, a exemplo das ações que serão desenvolvidas durante 2018, como o programa Saúde na Escola, e a realização da Semana do Bebê, em agosto, em Morungaba.
O Programa Primeiríssima Infância, que considera desde a concepção do bebê até o momento em que a criança ingressa na educação formal, é o primeiro idealizado pela Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal. A fase inicial de implementação foi realizada em 2009. A Estância de Morungaba o integra ao lado de mais oito cidades da região – Jundiaí, Itatiba, Cabreúva, Campo Limpo Paulista, Jarinu, Itupeva, Várzea Paulista e Louveira.

O programa, segundo a fundação, tem quatro grandes objetivos: estimular e desenvolver governança local para construir políticas públicas integradas, que priorizem a promoção do desenvolvimento infantil, garantindo a institucionalização de uma prática sustentável e de qualidade; qualificar o atendimento das gestantes e crianças de zero a três anos nos serviços de Saúde, Educação Infantil e Desenvolvimento Social; mobilizar e sensibilizar as comunidades locais para a importância da atenção à primeira infância; avaliar, sistematizar e disseminar o conhecimento gerado durante a experiência para a aplicação, em escala, por outros municípios.

As intervenções pensadas pelo programa viabilizam a integração das três áreas de atendimento à primeira infância: Saúde, Educação e Desenvolvimento Social. Para isso, é necessário investir em um Modelo de Mudança que contemple uma estrutura de governança, ou seja, a criação de um Comitê Gestor Municipal com a participação de representantes das áreas de atendimento à criança pequena. Dessa forma, o plano de ação, as estratégias, metas e demais ações do programa são amplamente discutidos, compartilhados e definidos com base em uma participação democrática e transparente.

O Primeiríssima Infância pode ser adotado por qualquer cidade que queira fortalecer o desenvolvimento integral e integrado da primeira infância, a base social de municípios, dos estados e de todo o País, destaca a Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal.